Veja abaixo as perguntas mais frequentes.
Logo após a montagem? 
• Verificar se o veiculo não ficou funcionando por muito tempo na marcha lenta, ou com as mangueiras desconectadas. 
• Checar se há alguma restrição/obstrução no escapamento, respiro do motor, nas linhas de drenagem de óleo, filtro de ar e nos dutos de ar do compressor. 
• Procurar por vazamentos de ar em todas as tubulações, intercooler, coletor de admissão e exaustão. 
• Verificar se foi retirada a tampa de vedação da peça. 

Depois de algum tempo de uso? 
• Checar se há alguma restrição/obstrução no escapamento, respiro do motor, nas linhas de drenagem de óleo, filtro de ar e nos dutos de ar do compressor. 
• Procurar por vazamentos de ar em todas as tubulações, intercooler, coletor de admissão e exaustão. 
• Peças internas do motor desgastadas, ocasionando a liberação de partículas e fazendo o motor ‘’soprar’’.
Fumaça branca ocorre quando há a queima do óleo motor, logo: 
• Verificar por óleo vindo do cabeçote, ou vazando em alguma junta. 
• Restrição no retorno de óleo, escapamento, respiro do motor.
O motor produzindo fumaça azul/preta remete a problemas na injeção, logo: 
• Verificar por problemas em bicos injetores, bomba de combustível e fazer o diagnóstico eletrônico no veículo para alterações ou problemas gravados no modulo de injeção. 
• Verificar por obstrução ou restrição nos seguintes componentes: filtro de ar, dutos de entrada e saída de ar do compressor, coletores de admissão e exaustão, cano de escapamento, catalisadores e abafadores. 
• Observar por vazamentos nos dutos de ar do compressor, coletores de admissão e exaustão, escapamento.
O som emitido pelas peças BIAGIO diferem de uma original, isso devido as mudanças de geometria para obtermos uma maior eficiência em todas as faixas de rotação, em todo caso o som emitido não pode chegar a incomodar os tripulantes do veiculo, logo: 
• Verifique por possíveis vazamentos de ar nos dutos envolvendo o compressor e no coletor de admissão, intercooler, mangueiras e abraçadeiras. 
• Verifique se o filtro de ar não está obstruído.
Quando um turbo apresenta folga, ele já está fora das condições de uso, e para uma analise conclusiva do que provocou tal defeito, deve-se desmontar a peça e analisar seus componentes internos (eixo, mancais radiais e axial, arruela de encosto, colar e flange). 
• Deficiência de lubrificação, impureza no óleo, instalação/aplicação incorreta, ingestão de corpo estranho por ambos os lados, óleo lubrificante fora das condições de uso.
Nesta situação a peça precisa ser desmontada e seus componentes internos analisados (eixo, mancais radiais e axial, arruela de encosto, colar e flange). 
• Deficiência de lubrificação, impureza no óleo, instalação/aplicação incorreta, ingestão de corpo estranho por ambos os lados, óleo lubrificante fora das condições de uso.
Com a passagem de óleo pela turbina, possivelmente o veículo também irá apresentar excesso de fumaça branca. 
• Verificar por restrições e/ou obstruções no retorno do óleo (nunca usar cola nas juntas, a mesma ocasiona tal restrição). 
• Problemas internos no motor, assim como alto desgaste das peças internas (motor ‘’soprando’’).
Normalmente ligados a restrição de fluxo de ar: 
• Verificar por obstrução ou restrição nos seguintes componentes: filtro de ar, dutos de entrada e saída de ar do compressor, coletores de admissão e exaustão, cano de escapamento, catalisadores e abafadores. 
• Observar por vazamentos nos dutos de ar do compressor, coletores de admissão e exaustão, escapamento 
• Verificar o acerto no sistema de injeção e do comando de válvula. 
 • Verificar a integridade dos componentes internos do motor, como: pistões, camisas do cilindro e vedação das válvulas.
Caso sua peça seja valvulada, uma pequena modificação na pressão da válvula, autorizado pela assistência técnica, pode resolver o problema. Se a peça não possuir válvula: 
• Verificar por obstrução ou restrição nos seguintes componentes: filtro de ar, dutos de entrada e saída de ar do compressor, coletores de admissão e exaustão, cano de escapamento, catalisadores e abafadores. 
• Observar por vazamentos nos dutos de ar do compressor, coletores de admissão e exaustão, escapamento.
Vazamentos na carcaça compressora normalmente estão ligados a integridade do o’ring que acompanha o conjunto. 
• Em caso de urgência, esse o’ring pode ser substituído, com autorização da fábrica, tanto por outro o’ring quanto por colas de silicone, com uma aplicação sutil evitando que se escorra para dentro da voluta do compressor.
Agora ficou fácil encontrar
nossos CSA
Centro de Serviço Autorizado
Biagio Turbos

PESQUISAR

Procurando uma de
nossas Revendas?
Encontre o revendedor mais próximo de você

PESQUISAR